Selecione seu idioma Português Español English
Grupo ArpiAspersul
Home Empresa Produtos Suporte Técnico Catálogo Representantes Novidades Vídeos Clientes Contato
       

Novidades

 

John Deere instala nova linha de produção de tratores

 


A John Deere está ampliando a oferta de tratores produzidos no Brasil. A empresa inaugurou no último dia 4 de agosto a expansão da fábrica que mantém em Montenegro (RS). Com a nova linha de produção, que recebeu investimento de US$ 40 milhões, modelos de alta potência da Série 8R (de 270 a 370 cavalos) passam a ser produzidos nacionalmente, com possibilidades de financiamento via Finame.

“O Brasil é um mercado-chave para a John Deere, não apenas por sua importância estratégica no continente, mas também pelo seu enorme potencial agrícola, de extrema importância para atender à crescente demanda global por alimentos de uma população que tende a crescer muito em poucas décadas”, ressalta Samuel Allen, CEO da Deere & Company.

Paulo Hermann, presidente da John Deere do Brasil, avalia que o mercado brasileiro de máquinas agrícolas deve ter em 2016 desempenho semelhante ao deste ano. Em sua opinião, os fundamentos da agricultura permanecem positivos, favorecendo a demanda por equipamentos, com capacidade para estabelecer ambiente de estabilidade para o próximo ano. “O Brasil está colhendo uma safra recorde. O preço caiu em Chicago, mas o dólar compensou e o produtor vendeu com o mesmo preço de 2013. Ele tem caixa para fazer a compra. Estou esperando muita coisa pela frente”, disse Hermann, para quem o mercado só deve retomar o crescimento em 2017.

O executivo estima que as vendas de tratores no Brasil vão encolher cerca de 10% em relação ao total comercializado em 2014 (cerca de 65 mil). Quanto às colheitadeiras a queda deve ficar entre 15 e 18% na mesma comparação (8,5 mil em 2014). Na opinião, apesar da retração em relação ao ano passado, a venda de tratores em 2015 ficará acima da média dos últimos 14 anos, de cerca de 45 mil unidades/anuais.

Mais de US$ 200 milhões em investimentos - A ampliação da linha de produção da fábrica de Montenegro integra uma série de investimentos da companhia no Brasil nos últimos anos. Ao todo, foram mais de US$ 200 milhões.

A John Deere investiu US$ 13 milhões na ampliação do Centro de Distribuição de Peças para América do Sul, em Campinas (SP), que será o maior armazém de peças do setor na América Latina e abrigará o Centro de Treinamento John Deere. A fábrica de Catalão (GO) recebeu US$ 40 milhões para aumentar em 30% a produção de colhedoras de cana e pulverizadores. No segmento de máquinas de construção, foram US$ 180 milhões em duas fábricas (uma delas em parceria com a Hitachi), inauguradas em fevereiro de 2014, em Indaiatuba (SP).



Fonte: Portal Usinagem Brasil
 

Toyota inicia contratações para fábrica de Porto Feliz

 


A Toyota trabalha para iniciar as operações da fábrica de motores de Porto Feliz (SP), que será responsável pela produção dos motores 1.3L e 1.5L do Etios, no primeiro semestre de 2016. Na semana passada, a montadora iniciou o processo de contratação de funcionários para a nova unidade e também para a expansão da fábrica de Sorocaba.

Ao todo serão contratados 500 colaboradores (veja como se candidatar às vagas no final desta matéria) para as duas unidades industriais. Para as futuras instalações de Porto Feliz são cerca de 180 vagas, nas mais diversas áreas de atuação. Já a planta de Sorocaba, que produz o modelo Etios nas versões hatchback e sedã, também terá aumento em seu quadro, devido ao incremento da capacidade produtiva, que passará das atuais 74 mil para 108 mil unidades por ano.

“É com muito orgulho que a Toyota, respaldada pela sua visão de negócios com foco na sustentabilidade das operações, demonstra o compromisso com o Brasil, ao criar novas oportunidades de trabalho”, disse Steve St. Angelo, CEO para América Latina e Caribe e Chairman da Toyota do Brasil. “Compromisso este que é complementado pelos recentes investimentos já realizados para desenvolvimento da produção local e aprimoramento da qualidade dos veículos da marca”.

Fábrica de Porto Feliz - Construída em um terreno de 872.500 m², a nova fábrica da Toyota receberá investimentos na ordem de R$ 1 bilhão. De acordo com a montadora, as operações em Porto Feliz começam no primeiro semestre de 2016, com produção inicial de 108 mil motores anualmente. A localização da unidade foi pensada para facilitar a operação logística da Toyota, uma vez que os motores produzidos em Porto Feliz abastecerão a planta de Sorocaba, localizada a cerca de 30 km de distância.

Fábrica de Sorocaba - Localizada no km 92 da Rodovia Castelo Branco, a terceira planta da Toyota no Brasil foi inaugurada em setembro de 2012 e ocupa área de 3,7 milhões m². A fábrica é responsável pela produção do compacto Etios, nas versões hatchback e sedã, fruto do investimento total de US$ 600 milhões. Atualmente, emprega 1.724 funcionários diretos e indiretos.

VAGAS - Além das 500 vagas oferecidas para as unidades de Porto Feliz e Sorocaba, a Toyota também tem vagas em aberto em suas duas outras unidades instaladas no Brasil, as de Indaiatuba e São Bernardo do Campo. As vagas disponíveis podem ser consultadas no site da Toyota no Brasil - www.toyota.com.br, na seção “Trabalhe Conosco”.


Fonte: Portal Usinagem Brasil

 

Gama Matrizes investe em nova fábrica em Caxias

 


Como parte das comemorações dos 20 anos de fundação, a Gama Indústria de Matrizes inaugura no próximo dia 31 de julho sua nova fábrica em Caxias do Sul (RS). Especializada em moldes para injeção de alumínio e plásticos, a empresa investiu cerca de R$ 5 milhões na obra e em novos equipamentos.

Em terreno de 2,5 mil m², a nova fábrica tem área fabril de 1,5 mil m². O espaço foi pensado para receber pelo menos 60 funcionários - hoje a empresa possui 41. "Decidimos investir porque o mercado cresceu e acabou nos impondo uma necessidade de ampliação. Soubemos administrar momentos de crise e hoje realizamos nosso sonho de ter um espaço só nosso", comemora Antônio Gaviraghi, um dos fundadores e diretor da Gama.

Entre os novos equipamentos, a Gama adquiriu dois centros de usinagem, sendo um high speed com 36 mil rpm, uma máquina de medir tridimensional CNC e um preset de ferramentas. Com a ampliação das instalações e os novos equipamentos, a empresa projeta aumento de 50% na capacidade de produção. Para 2016, a expectativa de crescimento do faturamento é de 10%.

De acordo com a diretoria, o objetivo da empresa é firmar-se como a mais completa e eficiente indústria de matrizes. Hoje existem cerca de 2,5 mil matrizarias no Brasil, dessas estima-se que apenas 100 trabalhem com alumínio. A estrutura fabril e tecnológica permite a atuação em diversos segmentos de mercado, principalmente no automotivo.


Fonte:  Portal Usinagem Brasil

 
Página « 1 2 3 4 5 6 7 8 9 »
 
 

+55 54 3238 0000
Rua Irmão Gildo Schiavo, 266 Bairro São Cristovão 
Caxias do Sul - RS | Brasil

 
       
 
WCM3 Agência Web Digital Feeling - Estúdio de Criação